Sugestões para um fim de semana Petable

Vai estar sol e calor em todo o país! Aproveite para passear e aproveite a companhia dos seus patudos.

#1 – Visite o XI Encontro de Animais PetNet

PetNet

A Petable vai ajudar este encontro solidário que se realiza na Quinta da conceição, em Leça da Palmeira, no Sábado dia 4, a partir das 10. Vá passear com o seu patudo e ajude outros patudos a terem uma vida mais feliz!

#2 – Ajude um cão do canil municipal de Albufeira a dar um passeio

Captura de tela 2016-06-03 14.31.00

Pode participar na Cãominhada Municipal de Albufeira com o seu patudo, ou ajudar os cães do Canil Municipal de Oeiras a dar um passeio.

#3 – Espreite um estabelecimento dog friendly em Lisboa

dogs-welcome-sign_1-402x240

Hoje recomendamos uma compilação feita pelo blog Trelas e Companhia. Aproveite bem o seu fim de semana!

Ines

Inês Viegas, DVM

app_googleapp_ios

O meu cão vai de avião?

Nesta altura do ano muitas famílias planeiam as suas férias grandes e querem viajar para longe. Mas as famílias multiespécie têm que incluir os seus patudos nos seus planos, sejam ficarem com eles em casa, seja viajarem todos juntos.

Não queremos que os patudos sejam causa de stress e menos prazer nas férias das famílias Petable, por isso vamos dar uma ajuda.

Hoje dedicamos este artigo à viagens de avião com animais de estimação, que não têm ser um enorme entrave às passeatas. Embora não se deva decidir viajar com animais de avião de ânimo leve, também não devemos simplesmente eliminar essa possibilidade.

O que importa ter em conta é que viajar de avião pode requerer alguma atenção no que diz respeito ao cumprimento de medidas sanitárias específicas, exigidas pelo país de destino, e por isso, deve planear a viagem do seu patudo com a devida antecedência.

Mais importante ainda, implica ter cuidados especiais com as condições de transporte dos nossos amigos de quatro patas. Mas vamos por partes.

#1 – Questões sanitárias

A circulação de animais de companhia dentro da União Europeia é um direito de todos os cidadãos europeus! E desta forma, enquanto cidadão poderá viajar com o seu animal de companhia (cão, gato ou furão), desde que possua um Passaporte Europeu para Animais de Companhia válido.

À semelhança do boletim sanitário (onde estão registadas as vacinas e desparasitações do seu patudo), este passaporte é fornecido e validado pelo seu Médico-Veterinário, e contém todas as informações que comprovam que o seu animal está apto a viajar para o país de destino.

Por norma, a maioria dos países europeus exigem um atestado de saúde (validado no passaporte do seu animal de companhia) e comprovativos de identificação (microchip ou tatuagem), vacinação contra a raiva e de desparasitação interna e externa em dia. Contudo, países como o Reino Unido poderão exigir uma titulação de anticorpos contra a raiva – isto é, um teste que comprove a validade das defesas imunitárias contra a doença.

Por outro lado, a idade do seu animal pode, também, ser uma condicionante, uma vez que alguns países apenas permitem a entrada de animais com idade superior a 3 meses. Por vezes, são também necessários outros documentos (como licenças) que permitam a deslocação do seu animal.

Desta forma, é importante que procure sempre conhecer as exigências do país para o qual pretende viajar com o seu animal de estimação. Entrar em contacto com a embaixada do país de destino será sempre aconselhado.

O seu médico-veterinário poderá ajudar no processo; contudo, poderá consultar a informação respeitante à circulação de animais de companhia dentro e fora do espaço Europeu, nas páginas da Direção Geral de Alimentação e Veterinária:

Viagens entre Portugal e Ilhas

Viagens dentro do espaço europeu

Viagens fora da União Europeia

2# – A viagem de avião com um cão ou um gato

Quanto à viagem de avião propriamente dita, os sites das companhias aéreas normalmente incluem alguma informação que deverá consultar previamente. Deixamos aqui um exemplo.

A maioria das transportadoras aéreas permite (embora não todas), consoante cumprimento das medidas sanitárias, e de acondicionamento e pagamento de taxas, o transporte de animais de companhia na cabine ou no porão, consoante o porte e peso do animal em questão. De forma a ter conhecimento das exigências da transportadora aérea, procure informar-se com a mesma sobre as condições de transporte antes de comprar os seus bilhetes.

Independentemente de o seu animal viajar na cabina ou no porão, será sempre necessário recorrer ao uso de uma transportadora. Escolha uma de acordo com as indicações da companhia aérea e que seja segura para o seu animal. Um truque simpático é incluir lá dentro o cobertor de sempre do seu patudo, junto com uma peça de roupa sua que o ajude a sentir-se mais confortável.

Terá que ter em atenção questões como ingestão de alimentos e água antes da viagem, potencial necessidade de sedação e necessidade de garantir que o patudo não tem frio. Além de lhe garantir que toda a questão sanitária está em conformidade com o que é exigido, o seu médico veterinário poderá dar-lhe os conselhos necessários para que o seu animal viaje com o máximo de bem-estar e conforto possível.

FotoJC

José Coucelo, DVM

app_googleapp_ios

 

 

 

 

 

 

Sugestões para um fim de semana com a Petable

#1 – Visite a Petable no Unleash Lisboa

Desta vez o São Pedro não nos vai enganar. Vamos estar no Jardim da Estrela, em Lisboa, a participar no primeiro Festival Urbano para cães.

Venha visitar-nos e descubra a as surpresas que temos para si!

12140638_1553169574922284_7266173152837776481_n

#2 – Participe numa cãominhada. Esta semana estamos pelo Norte de Portugal

Pode escolher a cãominhada promovida pela  cadela-mascote dos Bombeiros Voluntários de Viana do Castelo.

Pode também optar pela cãominhada da Associação Limiana dos Amigos dos Animas de Rua, em Ponte de Lima.

São ambas no Domingo, às 10. Não se esqueça de levar o seu patudo pela trela, de levar água para ele e de garantir que leva uns saquinhos.

five-big-training-and-handling-mistakes-often-made-by-dog-owners-558a770cb4db3

#3 – Relaxe, relaxe, relaxe

Se a sua família inclui um animal, seja ele qual for, já sabe de certeza todos os benefícios que eles trazem para a sua saúde. Aproveite este fim de semana e deixe que eles tratem de si, dando-lhe todo o amor e mimo que só os nossos patudos nos dão incondicionalmente.

0255

Bom fim de semana!

Ines

Inês Viegas, DVM

app_googleapp_ios

 

 

 

Sugestões para famílias Petable

Mais um fim de semana de sol e bom tempo à nossa frente! Estamos felizes e com vontade de levar toda a família a passear.

Aqui ficam as nossas sugestões

#1 – Passeie numa praia

Boxer_beach_white-2-1500x1125.jpg

Espreite o nosso artigo sobre onde e como pode levar o seu patudo à praia. Aproveite que em muitas zonas do país ainda não abriu a época balnear e vá molhar os pés com o seu patudo.

#2 – Participe numa cãominhada

20100428__20100430_D03_AE30SCFURRY-p1_300.JPG

Este Domingo tem muito por onde escolher. Pode ir à Golegã, ao Porto (na freguesia de Paranhos) ou ao Faial fazer uma cãominhada com o seu patudo.

#3 – Dê um passeio grande no campo

shutterstock_103232051.jpg

Esta semana sugerimos Vila Nova de Foz Côa como uma zona muito boa para fazer passeios. Pode acabar ao fim da tarde com uma bebida relaxante no Restaurante do Museu do Coa, que é dog friendly.

Não se esqueça dos saquinhos, de levar o seu patudo pela trela e de garantir que ele bebe muita água.

Ines

Inês Viegas, DVM

 

 

Posso levar o meu cão à praia?

Com a chegada dos dias longos e das temperaturas veranis, as idas à praia e banhos de sol tornam-se bastante apetecíveis! Leva-se a toalha, a bola, a merenda…e quando a família incluí um cão, levamos o nosso patudo. Mas será que podemos?

Levar o nosso cão para brincar e fazer um pouco de exercício na praia pode parecer uma boa ideia…mas nem sempre o é, uma vez que pode ser proibida a presença de cães na praia.

Na verdade, esta proibição de animais de estimação nas praias (marítimas ou fluviais) ou áreas lacustres (zonas de lagos), depende se nos encontramos durante a época balnear e se essa área é concessionada ou não.

Quando falamos de praias concessionadas, referimo-nos a praias que são exploradas por uma entidade responsável pelos serviços e condições que a praia apresenta: os serviços de restauração, existência de balneários, vigilância, etc.

Tratando-se de uma praia concessionada, por lei, e salvo indicação contrária, não é permitida a presença de cães de companhia durante a época balnear!

Nos acessos oficiais à praia, deverá encontrar a sinalização que indica o início e fim da época balnear e as devidas restrições à presença de animais de companhia. E se antigamente esta restrição era levantada após as 20:00h, a partir de 2015 ficou definido que durante a época balnear, seria totalmente proibida a presença de cães em praias concessionadas.

No entanto a legislação prevê algumas excepções, como é o caso da permissão de cães guia e de assistência para utentes com défices visuais, de audição ou com incapacidades motoras e/ou mentais.

A legislação dita o seguinte: “Os cães não podem, sob circunstância alguma frequentar as praias concessionadas durante a época balnear, sejam elas marítimas, fluviais ou lacustres, com excepção dos abrangidos pelo Decreto-Lei nº 74/2007 do Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social, (DR nº 61, 1ª série) que consagra o direito de acesso das pessoas com deficiência acompanhadas de Cães de Assistência a locais, transportes e estabelecimentos de acesso público

Assim sendo, levar o seu cão para uma praia concessionada, durante a época balnear, pode resultar num convite das autoridades competentes (polícia marítima) a abandonar a praia ou mesmo numa multa – e ainda que o valor das multas seja definido pelo município, em algumas zonas do país pode variar entre os 50 e os 2500€!

Desta forma, se pretender levar o seu patudo à praia durante a época balnear, terá de procurar uma área não concessionada (as ditas praias selvagens e, geralmente, não vigiadas) e onde não haja indicação de proibição pela entidade municipal. Nestas praias não concessionadas, a entidade responsável é a Câmara Municipal e é a mesma que dita a permissão ou não de cães.

Por norma, a época balnear tem início a 1 de Junho e termina a 30 de Setembro; mas acontece que o início da época balnear é decidido pelas autarquias locais e, por isso, pode variar ao longo do país. Por exemplo, em Cascais teve início a 1 de Maio e em Albufeira, a 15 de Maio.

A previsão é de até dia 15 de Junho, serem, progressivamente, abertas as épocas balneares nas diferentes regiões de Portugal.

E uma vez na praia, deverá ter atenção a alguns cuidados com o seu patudo!

Mantenha-o sempre próximo de si e não dispense a coleira e a trela – lembre-se que algumas pessoas poderão não estar à vontade com a presença de animais de companhia na praia ou poderão mesmo ter outros animais consigo.

Tal como aconselhado aos veranistas, evite exposição solar do seu patudo nas horas de maior calor e garanta sempre acesso a sombra e água fresca – não deixe que este beba água do mar, uma vez que pode levar a vómitos e desidratação.

Tenha cuidados redobrados se o seu patudo tiver um certo grau de dificuldade respiratória – como poderá ser o caso de alguns cães de rosto achatado (como os Pugs, Boston Terrier ou Bulldogue Francês) – uma vez que estas se poderão acentuar com as temperaturas elevadas.

Além disso, tenha cuidado com os mergulhos e brincadeiras na areia, uma vez que os grãos de areia e a água podem irritar e depositar-se em algumas zonas do corpo – e são o suficiente para originar, por exemplo, inflamações oculares e do canal auditivo (otites).

Também  importante, por diversas razões – entre as quais ninguém gostar de pisar cocó e ser igualmente passível de multa em caso de incumprimento – não se esqueça de apanhar os dejectos do seu amigo de quatro patas!

FotoJC

José Coucelo, DVM

app_googleapp_ios

Sugestões para famílias Petable

O Sol está de volta! Aproveite as nossas sugestões para um fim de semana de Primavera passado em família com os seus patudos.

#1 – Visite a Petable na Feira Animal em Oeiras!

Vamos estar na Feira Animal no Jardim Municipal de Oeiras no dia 14, Sábado, a partir das 10h.

Venha ter connosco, e meta o nariz em todas as surpresas que temos para si!

Nose.png

#2 – Participe numa cãominhada

Este fim de semana temos uma Cãominhada em Alcabideche e outra em Albufeira no Sábado. No Domingo, pode aproveitar a Cãominhada nas Termas de Caldelas.

Sem nome.png

Não se esqueça de levar o seu patudo pela trela, uns saquinhos para apanhar os dejectos, e de ter todas as vacinas e desparasitações em dia.

#3 – Vá visitar a Feira dos Burros

eeeeee (1)

Na Petable acolhemos todos os animais, mesmo aqueles que não podemos ter em nossas casas. Vá visitar a Feira dos Burros em Amarante e fique a conhecer este amigável orelhudo.

Bom fim de semana com a Petable!

Ines

Inês Viegas, DVM

Sugestões para um fim de semana Petable

Parece que voltou a chuva… Ainda assim não deixe de aproveitar o tempo livre que tem com a sua família multi-espécie. Deixamos-lhe algumas sugestões para passar bons momentos com os seus patudos.

#1 – Visite a Petable no Festival Unleash

Vamos estar no Festival Unleash, o primeiro festival urbano para cães, no Domingo, no Jardim da Estrela em Lisboa.

12072797_1552943781611530_5901548962715732440_n

Verifique na página do evento se não há alterações devido ao mau tempo.

#2 – Caminhe à chuva com o seu amigo de quatro patas

Vá lá, já não está frio…. Uma caminhada com alguma chuva pode ser um exercício muito muito relaxante. Experimente!

Este fim de semana sugerimos uma Cãominhada em Aljezur no Domingo.

4484066_orig.jpg

#3 – Faça bolas de sabão para o seu gato

7314df61a2008921d8a66cfbedb7d783

Vai ver que se diverte com o seu gato. No fim, vá para o sofá e faça-lhe muitas festas…

Ines

Inês Viegas, DVM