Cuidados para o Natal dos seus patudos

Não há como evitar, o Natal está mesmo ao virar da esquina! A árvore já está feita e as luzes a piscar, as decorações estão um pouco por todo o lado e já nos começamos a preparar para a agitação das festas. O reencontro com amigos e familiares, a corrida contra o tempo para encontrar aquele presente especial e claro…começamos a pensar nos sonhos e das filhós, do bolo rei e dos muitos doces e chocolates!

Na Petable desejamos sempre o melhor para si e para o seu patudo, e por isso não podemos deixar de lhe lembrar alguns cuidados para que este Natal seja vivido com a maior das alegrias.

Nesta altura do ano sentimo-nos sempre um pouco mais generosos, mesmo com os nossos patudos. E muitas vezes acabamos por partilhar com eles muitos dos petiscos natalícios que tanto gostamos. O problema está nos excessos ou mesmo no perigo de alguns alimentos!

Uma das principais coisas a evitar dar aos nossos animais são os restos alimentares, especialmente os ossos e alimentos gordurosos. Apesar de poder parecer natural dar um osso a um cão, a verdade é que muitas vezes pode acontecer que o seu cão se engasgue e sufoque. Além disso, os ossos podem lascar e provocar obstruções ou perfurações no sistema digestivo que podem ser bastante perigosas e difíceis de tratar!

Os alimentos muitos gordos estão também desaconselhados porque além de provocarem desconforto gastrointestinal (possivelmente com vómito ou diarreia), podem ser responsáveis pelo desenvolvimento de pancreatite –uma inflamação do pâncreas, que é um órgão com funções muito importantes a nível da digestão e produção de hormonas – que é uma situação muito grave.

Curiosamente, as uvas e passas estão igualmente proibidas! Mesmo que apenas sejam ingeridas em pequenas quantidades, podem ser muito perigosas para o aparelho renal do seu patudo.

E o que seria do natal sem o chocolate? Se muita vezes é irresistível para nós, muitas vezes também é para os nossos animais. A verdade é que dependendo do tipo de chocolate, quantidade de gordura e cacau, o chocolate pode ser responsável por muitas intoxicações que resultam em vómito e diarreia, excitação e em casos graves – tremores e convulsões! Em caso de dúvida, entre em contacto com o seu medico veterinário e informe-o do tipo e quantidade de chocolate que o seu cão comeu.

Lembre-se também que os nossos patudos são curiosos e garantidamente vão querer bisbilhotar a sua árvore e os presentes. Seja gato ou cão, a árvore de natal é um verdadeiro parque de diversões! Temos fitas e enfeites pendurados, uns com aspecto delicioso, outros que baloiçam a cada patada ou abanar de cauda, um fio com luzinhas a brilhar mesmo bom para morder ou puxar e uns presentes para desembrulhar!

Evite que o seu animal de estimação brinque com as decorações, principalmente se o seu for um daqueles terroristas que gosta muito de roer! A preocupação aqui é garantir que o seu animal não ingere nenhum objecto. É muito frequente que os gatos brinquem com linhas, fitas ou com os laços dos presentes! O problema é o seu perigo se forem ingeridos, pois podem provocar asfixia ou obstruções gastrointestinais que muitas vezes requerem cirurgia para serem resolvidas.

O mesmo é válido para cães, principalmente os mais jovens e brincalhões que se sintam tentados a provar as decorações da árvore de natal ou outros objectos como por exemplo, as pilhas eléctricas de brinquedos.

A piscar e penduradas, as luzes de natal são também um fascínio para os nossos animais, e se o seu gosta de morder então tenha o cuidado de o afastar dos fios e das luzes de natal para evitar que faça feridas por queimaduras na língua e cavidade oral.

Tente também ter atenção às flores que tem em casa. As flores enchem as nossas casas de cor durante as festas e podem realmente ser bastante bonitas de admirar, mas plantas como o azevinho ou a estrela-de-natal são altamente tóxicas para os nossos animais.

Muito importante – não deixe a sua medicação à disposição dos seus amigos de quatro patas! É normal que nesta altura do ano as alterações de temperatura nos deixem com o nariz entupido e muito fanhosos, e muitas vezes os nossos animais decidem tomar um ou mesmo uma caixa inteira dos nossos comprimidos. Muitos dos nossos medicamentos não são adequados aos nossos animais e por isso podem ter graves consequências na sua saúde! Sempre que desconfiar da sua ingestão, informe o seu médico veterinário do tipo e quantidade de medicação ingerida!

Em resumo, não dê alimentos nossos (doces ou não) aos seus animais e tenha especial atenção a decorações, flores e alterações de rotinas que permitam que o seu patudo tenha acesso a medicamentos ou substâncias que possam ser tóxicas.

Saiba onde encontrar facilmente o contacto do seu médico veterinário ou, caso passe a época natalícia numa zona diferente, informe-se antecipadamente dos contactos de médicos veterinários de serviço nessa área. Com todos os cuidados que sabemos que vai ter temos a certeza de que não vai necessitar deles, mas a prevenção é o melhor remédio.

Boas Festas com a Petable!

Ines-9

Inês Viegas, DVM

Faça download da Petable

app_googleapp_ios

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s